Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Proposta de resolução do teste do 10º Ano

por Mäyjo, em 31.01.09

 

PROPOSTA DE CORRECÇÃO DO 5º TESTE DE GEOGRAFIA 10º Ano

Janeiro/Fevereiro de 2009

 

CRITÉRIOS GERAIS DE CLASSIFICAÇÃO

Só será atribuída a cotação completa quando as respostas revelarem:

• objectividade e capacidade de síntese;

• correcção científica e vocabulário científico adequado;

• correcta fundamentação dos argumentos utilizados;

• domínio da expressão escrita.

 

 

CRITÉRIOS ESPECÍFICOS DE CLASSIFICAÇÃO

Grupo I

1.1-  Temporária /sazonal

1.2- A resposta deve referir as seguintes razões, ou outras consideradas significativas:

  • Precariedade dos contratos;
  • Situação social e económica do país
  • Facilidades permitidas pela abolição de fronteiras;
  • Internacionalização das empresas portuguesas.

 

2.1- Deviam ser assinaladas as alíneas b), c), e), g) e h).

 

Grupo II

1.1-  A legenda deveria ser:

  • A – Maciço antigo ou maciço Hespérico
  • B – Orlas mesocenosóicas
  • C –  Bacias do Tejo e Sado

1.2-  A resposta deve referir que a unidade A – Maciço antigo ou maciço Hespérico é a que possui maior quantidade de recursos minerais, pois tem recursos metálicos, energéticos e rochas ornamentais, enquanto as outras unidades têm apenas rochas industriais.  

 

1.3-  As ligações a definir seriam as seguintes:

Recurso mineral

 

Tipo de recurso

 

Área de produção

 

 

Volfrâmio ●

 

● Mineral energético ●

Areia ●

 

● Maciço Antigo

Sal-gema ●

● Mineral metálico ●

 

Granito ●

 

Urânio ●

● Mineral não metálico ●

● Orlas Mesocenozóicas

Carvão ●

 

 

Mármore ●

● Rocha industrial ●

Ferro ●

 

● Bacias do Tejo e Sado

Margas ●

● Rocha ornamental ●

 

Quartzo ●

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

2.1- A resposta deve referir que Portugal tem que importar porque não produz o suficiente: não há em quantidade, a qualidade é fraca e a forma de exploração acarreta grandes custos.

2.2- A resposta deve referir os seguintes aspectos, ou outros considerados significativos:

  • Destinam-se essencialmente à exportação (mais de metade da produção);
  • Correspondem a 66% do valor de exportação da indústria extractiva,
  • Cria postos de trabalho.

 

3- A resposta deve referir os seguintes aspectos, ou outros considerados significativos:

  • Poluição sonora causada pelos rebentamentos dos explosivos;
  • Formação de poeiras;
  • Destruição da paisagem.

 

4.1- A resposta deve referir que, como geralmente se localizam no interior, ao criarem emprego promovem a fixação da população e diminuem o êxodo rural.

4.2- A resposta deve referir os seguintes aspectos, ou outros considerados significativos:

  • Aumento do emprego;
  • Diminuição do êxodo rural;
  • Desenvolvimento do comércio e dos serviços;
  • Criação de infra-estruturas;
  • Novos investimentos.

 

5.1- A resposta deve referir que o consumo de petróleo deve diminuir, assim como de carvão (embora menos) o consumo de energia hídrica e de “outras manter-se-á e o gás natural aumentará.

5.2- A resposta deve referir que a evolução deverá ficar a dever-se à substituição do petróleo por energias alternativas (gás e energias renováveis), devido ao perigo de esgotamento das fontes de petróleo e com o intuito de diminuir a dependência, a poluição e os custos.

 

6.1- A resposta deve referir que como não temos recursos energéticos não renováveis, temos que importar o petróleo, o carvão e o gás natural, que fazem funcionar o sector termoeléctrico.

6.2.1- A resposta deve referir que as quantidades importadas variam com as condições do ano hidrológico: quando há mais precipitação importamos menos e vice-versa.

6.3- A resposta deve referir os seguintes aspectos, ou outros considerados significativos:

  • Apostar em energias alternativas renováveis: solar, biomassa e hídrica;
  • Poupar energia fazendo um uso racional;
  • Fazendo construções ecológicas que minimizem as perdas de energia.

 

7.1- A resposta deve referir que houve um crescimento global apesar das variações anuais: verificou-se um máximo em 96/97 e dois mínimos relativos em 92 e 99, seguido da previsão de novo aumento.

7.2- A resposta deve referir os seguintes factores, ou outros considerados significativos:

  • Desenvolvimento económico – mais indústria e serviços;
  • Melhoria das condições de vida da população – maior uso de equipamentos eléctricos.

 

8.1- A resposta deve referir os seguintes regiões: grande Lisboa, grande Porto e península de Setúbal.

8.2/8.3- A resposta deve ser afirmativa e referir que se verifica um maior consumo nas regiões do litoral (mais desenvolvidas) que nas regiões do interior: é aí que vive mais população, há mais actividades económicas e circulam mais transportes.

 

9.1- A resposta deve referir que são potencialmente mais viáveis pois o país tem boas condições físicas para a produção de muitas delas o que faria diminuir a dependência do exterior.

9.2- A resposta deve referir a energia hídrica e solar/eólica.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 05:53

Questões para o 10ºAno

por Mäyjo, em 29.01.09

Como “ dizem” que estudam muito, ou então que não sabem o que estudar…

Estive a ver testes de anos anteriores e escolhi estas questões para poderem treinar, pelo menos enquanto pensam na resposta estão a estudar!

 

 

Leia a seguinte afirmação.

Portugal não é auto-suficiente em termos de recursos minerais, o que provoca a dependência da indústria extractiva em relação ao mercado exterior.

1- Explique a afirmação.

2- As rochas ornamentais são uma excepção à situação apresentada pela frase inicial. Explique a importância desse recurso para a economia portuguesa.

 

 

O sector termoeléctrico permite diminuir as importações de electricidade, mas em contrapartida aumenta a dependência em termos energéticos.

1- Explique a afirmação.

2- Portugal recorre à importação de electricidade, contudo as quantidades importadas variam de ano para ano.

       2.1- Justifique essas oscilações.

   3- Apresente uma solução para este problema da dependência energética de Portugal.

 

 

Leia a seguinte afirmação.

Em termos energéticos, Portugal tem um grande potencial em energias renováveis.

1- Explique a importância das energias renováveis para Portugal.

2- Refira os dois tipos de energias renováveis mais utilizadas no país.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:40

Ficha de trabalho para o 9ºAno

por Mäyjo, em 28.01.09

Esta é uma ficha que as turmas do 9º ano fizeram.

 

Ficha de trabalho nº1

Nome:___________________________________________

Nº ___               Ano___                Turma ___

Contrastes de desenvolvimento

     

 

1-       a frase que se segue.

“…São Paulo. Aterrorizadas com o crime, as classes mais endinheiradas vivem em enclaves protegidos por guardas armados.”

National Geographic, Novembro de 2002

 

1.1- Associa a situação descrita na frase a uma das quatro opções seguintes, assinalando-a com um X:

___ Gente com elevado nível de vida e qualidade de vida deficiente.

___ Gente com elevado nível de vida e boa qualidade de vida.

___ Gente com baixo nível de vida e má qualidade de vida.

___ Gente com baixo nível de vida e elevada qualidade de vida.

 

1.2- Justifica a opção que tomaste na resposta anterior.

 

 

 

2- O quadro apresenta-nos os valores de IDH de dois grupos de países: europeus e africanos.

Países europeus

IDH

Países africanos

IDH

Bélgica

Macedónia

Hungria

Grécia

0,939

0,772

0,835

0,885

Zimbabwe

Nigéria

Egipto

África do Sul

0,551

0,462

0,642

0,695

 

2.1- Explica o significado de IDH.

2.2- Indica quais os aspectos que são considerados para a obtenção do IDH.

2.3- Ordena os países constantes da lista por ordem crescente de desenvolvimento.

2.4- Indica um país, ilustrado no quadro, que corresponda a cada uma das situações apresentadas a seguir:

a) as pessoas têm muita facilidade m satisfazer as suas necessidades;

b) a taxa de analfabetismo é muito elevada;

c) as pessoas podem esperar viver muito tempo.

 

 

 

3- Comenta a seguinte afirmação:

“Não pode haver desenvolvimento sem crescimento económico.”

 

 

 

 

 

4- Observa o Gráfico que se segue.

IDH semelhante riqueza diferente

 

4.1- Indica qual o outro indicador de crescimento económico que habitualmente anda associado ao PIB.

 

4.2- Refere qual das colunas ilustra o crescimento económico dos vários países.

4.3- Indica duas justificações possíveis para o facto de o Botswana e a Costa Rica terem PIB semelhante e IDH tão diferente.

 

 

 

5- o texto que se segue.

“Caso houvesse poder de compra igual para todos, seriam necessários 26 planetas como a Terra para satisfazer as necessidades globais. Os níveis de consumo são hoje 25% superiores à disponibilidade de recursos.”

Visão, 5 Setembro de 2002

 

5.1- Transcreve do texto a frase que denuncia a urgência de um desenvolvimento sustentável.

5.2- Justifica a escolha que fizeste na resposta anterior.

5.3- Refere quais as gerações que ficarão penalizadas se o processo de desenvolvimento em curso não se alterar.

 

Bom trabalho!

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:28

Opiniões

por Mäyjo, em 27.01.09

Estive a ver os resultados do inquérito sobre o blog e fiquei a pensar: quem terá respondido, serão outras pessoas que não os meus alunos apenas, o que gostariam de encontrar aqui...?

 

Assim, decidi lançar um desafio:

  • quem visita este blog está desafiado a comentar sobre o que realmente achou deste espaço,
  • poderá dar sugestões sobre assuntos que aqui gostaria de encontrar (legais, claro! LOL).

Gostava de conhecer a opinião das outras pessoas, que não aquelas com que estou diariamente, sobre a possível utilidade deste espaço.

Desde já o meu obrigado a quem estiver interessado em colaborar para que este blog possa ser útil a mais pessoas.

 

Fico à espera das sugestões

 

PS - Esta imagem é dedicada ao David... lol

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 18:54

Os power point das aulas do 9º Ano

por Mäyjo, em 27.01.09

A pedido de "várias famílias" aqui ficam os textos dos power point usados nas últimas aulas do 9º Ano.

Peço desulpa ao 9º E mas não me foi possível disponibilizá-los mais cedo.

 

 

_________________________

O desenvolvimento

Sumário: Os indicadores do desenvolvimento.

                 O índice de desenvolvimento humano.

                 A distribuição do IDH no globo.

 

Medir o desenvolvimento é difícil => indicadores

Económicos

          PNB/hab

          PIB/hab

          Produção e consumo de energia por habitante

          Produtividade do trabalho

          Taxa de desemprego

          População activa (…)

Socioculturais

          Taxa de analfabetismo

          Nº de jornais vendidos

          Nº de mulheres com curso superior

          nº de polícias por 1000 hab

          Nº de pessoas por médico (…)

Demográficos

          Taxa de natalidade

          Taxa de mortalidade

          TMi

          Longevidade

          EMV (…)

Políticos

          Respeito pelos direitos humanos

          Igualdade nas oportunidades para os dois sexos

          Liberdade de imprensa

          Liberdade de reunião

          Liberdade de religião

          A existência de regime político democrático (…)

Em 1999 => Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) => IDH

Índice de Desenvolvimento Humano

          Rendimento - PIB/hab

          Longevidade - EMV

          Conhecimento – Taxa de alfabetização

Varia entre 0 e 1

          Elevado: mais de 0,8

          Médio: 0,5 a 0,8

          Baixo: menos de 0,5

_____________________________________

 

A qualidade de vida

Sumário: A relação entre bem-estar e desenvolvimento.

                 As diferenças do bem-estar a nível mundial.

                 As dimensões da qualidade de vida.

                 As “variações” da qualidade de vida.

O crescimento económico deve ser um meio e não um fim!

O crescimento permite o acesso mais fácil:

          aos serviços de saúde

          a quantidade e qualidade da alimentação

          a generalização da educação básica a todos

 

Crescimento => aumento do consumo =>                                                                 

melhoria do nível de vida =>                             

melhoria do bem-estar *

*Bem-estar – estado resultante da satisfação das necessidades humanas básicas: alimentação, saúde, habitação e instrução.

 

Relação entre desenvolvimento
e bem-estar

Aspectos do IDH

 

Componentes do bem-estar

EMV

… condicionada por..

Acesso à saúde

Nível médio de instrução

… depende das

Condições de ensino

Nível de vida

… que permite obter…

Alimentação e habitação

 

Podemos dizer:

           Bem-estar só existe se houver desenvolvimento

           O nível de desenvolvimento de uma população pode avaliar-se pelo seu bem-       estar

 

Assim, é fácil perceber que há grandes diferenças entre países desenvolvidos e países em desenvolvimento.

Bem-estar não chega para ser feliz…

Os aspectos relativos ao bem-estar, para muitos não chegam para se sentirem satisfeitos. O conceito de qualidade de vida tem uma dimensão pessoal e psicológica.

Qualidade de vida – estado de espírito que resulta da satisfação das necessidades básicas mas que supõe também a realização pessoal, sensação de segurança, integração social, liberdade e sentimento de felicidade. 

 

Este conceito não é igual para todos, tem diferentes dimensões:

 

Cada um dos indicadores da qualidade de vida adquire a forma que lhe é dada pela pessoa em questão, em função do lugar onde habita e da época em que vive.

 

 

____________________________________

 

As diferenças no desenvolvimento

Sumário: Contrastes entre Países Desenvolvidos e Países em desenvolvimento

                  As diferenças de desenvolvimento dentro do mesmo país.

 

As diferenças de desenvolvimento são gritantes!

          Os muito ricos => excessos

          Os muito pobres => carências nas diferentes áreas da vida: saúde, alimentação, educação...

 

As diferenças ocorrem dentro do mesmo país:

          Entre os ricos e os pobres: rendimento está mal distribuído e as despesas públicas, com serviços básicos, beneficiam quem menos precisa.

          Entre rurais e urbanos: os bens essenciais são mais acessíveis aos urbanos.

          Entre imigrantes e naturais do país: muitas vezes os imigrantes não têm as mesmas oportunidades, por exemplo nos estudos.

          Entre etnias: Na África do Sul, nos anos 90, a EMV de um negro era 14 vezes inferior à de um branco.

          Entre crianças e adultos: muitas crianças são obrigadas a trabalhar.

          Entre homens e mulheres: nos EUA a percentagem de mulheres em situação de pobreza é maior que a dos homens.

          Entre idosos e jovens: os mais velhos são mais carenciados devido às reformas, solidão e problemas de saúde.

          Entre diferentes regiões: o desemprego é muitas vezes maior em cidades periférica do que na capital.

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:40

Proposta de resolução do teste do 8º Ano - Escolha multipla

por Mäyjo, em 27.01.09

Pois é, o teste afinal já era público há muito tempo.

Basta ver o post de 19 de Dezembro.

 

A resolução aqui fica.

 

1- População absoluta é:

B – O número total de habitantes.

 

2- A relação população/superfície exprime:

C – A densidade populacional.

 

3- Áreas repulsivas são:

C – áreas onde não há praticamente população.

 

4- Áreas atractivas são:

A – áreas com muita população.

 

5- Áreas mais fracamente povoadas correspondem as regiões:

B – montanhosas de clima agreste.

 

6- O relevo, o clima e o solo são exemplo de factores:

D – físicos.

 

7- Os transportes, a indústria e a agricultura são exemplo de factores:

A – humanos.

 

8- As áreas de montanha possuem algumas características que condicionam a fixação humana porque:

 

A – a camada de solo arável é pouco espessa.

 

9- As florestas equatoriais possuem baixas densidades populacionais porque:

D – a conjugação da elevada temperatura e humidade torna estas regiões muito insalubres.

 

10- As regiões situadas nas altas latitudes (regiões polares e subpolares) são de difícil fixação humana porque:

 

B – o solo está permanentemente gelado.

 

11- As três grandes concentrações de população são:

A – Sul e Sueste Asiático, Europa e Nordeste dos Estados Unidos da América.

 

12- A Europa Ocidental:

C – é um dos principais focos populacionais do globo.

 

13- A Europa Ocidental é uma região com muita população porque:

D – tem um grande desenvolvimento industrial.

 

14- As seguintes áreas são vazios humanos:

B – Deserto do Sara, Himalaias, Amazónia, Sibéria.

 

15- O deserto do Sara é um vazio humano porque:

D – o clima não é propício.

 

 

II – Existia apenas uma frase verdadeira:

 

e) A maioria da população mundial vive em áreas abaixo dos 400 metros de altitude.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:10

Questões para o 9ºAno

por Mäyjo, em 26.01.09

Como “ dizem” que estudam muito, ou então que não sabem o que estudar…

Têm aqui algumas perguntas para treinar, pelo menos enquanto pensam na resposta estão a estudar!

 

Escolhe a opção correcta.

a) Por consumo entende-se:

A quantidade de produtos que é possível comprar com um determinado rendimento 1

A acção de gastar uma dada quantidade de um determinado produto;

A acção pela qual as pessoas compram e utilizam os bens e serviços que existem no mercado;

A capacidade de escolher onde e quando se pretende comprar.

 

b) Diz-se que a qualidade de vida é elevada quando:

Existe a capacidade de os indivíduos comprarem os alimentos, vestuário e calçado de que necessitam;

Existe a capacidade de ter acesso aos mesmos bens a que têm acesso as “classes elevadas”;

Existe a capacidade de o indivíduo seleccionar e ter acesso a todos os bens e serviços que lhe são indispensáveis;

Existe a capacidade de o indivíduo escolher onde e quando irá passar férias no estrangeiro.

 

c) Um país é subdesenvolvido quando:

O crescimento económico é igual ao crescimento demográfico.

O crescimento económico é inferior ao crescimento demográfico.

O crescimento económico é superior ao crescimento demográfico.

 

d) A relação existente entre população e recursos alimentares nos países subdesenvolvidos origina:

Excesso de alimentos.

Fomes e subnutrição.

Equilíbrio entre a população e os recursos disponíveis.

 

e) As regiões da Terra mais afectadas pelos problemas de fomes e subnutrição são:

A Europa e a América do Norte.

A África e a Ásia do Sul.

 

 

 

O PNB não é suficiente para medir o desenvolvimento de um país.

1- Define PNB.

2- Justifica a afirmação inicial.

3- Dá exemplo de três outros indicadores se podem usar para medir o desenvolvimento.

4- Explica a necessidade da criação do IDH.

 

 

 

Comenta a seguinte frase:

“Pode haver crescimento sem desenvolvimento mas não há desenvolvimento sem crescimento.”

 

 

 

Um aumento da riqueza pode não implicar um aumento do desenvolvimento.

4.1- Justifica a afirmação anterior.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:42

Exercícios para o 8º Ano - Refugiados

por Mäyjo, em 25.01.09

 

Esta é outra ficha que quem quiser poderá fazer e entregar, também até ao final do mês de Janeiro.

 

Bom trabalho!

 

_________________________________

 

 

A «torneira» dos refugiados
Os campos de refugiados da Macedónia estão outra vez à beira da ruptura, depois da chegada, no início da semana, de 30 mil kosovares em apenas três dias, e o Alto-Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR) está uma vez mais em rota de colisão com as autoridades de Skopje.
A Macedónia acusa o ACNUR de ultrapassar as suas competências e de não compreender os riscos que o país enfrenta depois da chegada de 250 mil refugiados de origem albanesa. E, por seu lado, o ACNUR começa a estar cansado de manter uma pressão constante sobre o governo de Skopje para que os compromissos assumidos sejam respeitados, sendo obrigado a assumir o papel de polícia para garantir a segurança dos refugiados.
Para o ACNUR, o responsável desta situação é o regime de Belgrado, que expulsa os albaneses do Kosovo de uma maneira imprevisível: nalguns dias de Abril chegaram 20 mil pessoas, para, no dia seguinte, não chegar ninguém, a seguir umas centenas, para depois explodir de novo para as 1 O mil pessoas por dia e chegar às dezenas de kosovares que entraram no país na quarta-feira. «Esta estratégia de abrir e fechar a torneira é um pesadelo para os responsáveis das organizações humanitárias» desabafou Dennis McNamara, enviado especial da ACNUR para a ex-Jugoslávia.
Público, 28 de Maio de 1999
 
 
 
 
 
 

Fig.1 – Refugiados do Kosovo, chegando à cidade de Glogovac.
 Fig.2 – Campo de refugiados em território angolano.

 
1 - Relaciona a expansão e a recessão da economia nos países industrializados com a intensidade dos fluxos migratórios.
 
2 – Lê o texto e responde às seguintes questões, com base na notícia:
2.1- Descobre a região de partida e o país de chegada dos refugiados.
2.2- Descobre as razões da partida dos refugiados.
 
3- Justifica a afirmação: «Esta estratégia de abrir e fechar a torneira é um pesadelo para os responsáveis das organizações humanitárias».

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:38

Exercícios para o 8º Ano - Migrações ilegais

por Mäyjo, em 24.01.09

Esta é uma ficha que quem quiser poderá fazer e entregar até ao final do mês de Janeiro.

 

Bom trabalho!

 

_________________________________

 

 

A partir de 1973, inicia-se, na Europa, uma grande crise económica provocada pela subida dos preços do petróleo. Aquela teve como consequência o aumento do desemprego e o decréscimo acentuado dos fluxos migratórios internacionais.
Os países de acolhimento começaram a colocar restrições à entrada de trabalhadores estrangeiros, com o objectivo de reduzir o desemprego dos seus cidadãos. Alguns países, como a França e a Alemanha, dispuseram-se, inclusivamente, a pagar indemnizações aos imigrantes que quisessem sair do país.
Depois deste período de relativa acalmia dos fluxos migratórios, estes voltam a ser significativos a partir de 1990.
Da África do Norte, onde a miséria é uma constante, saem grandes massas populacionais em direcção à Europa. A maioria destas migrações é ilegal (clandestinas).
Também as alterações do sistema político e económico dos países da Europa Central e do Leste têm desencadeado situações de miséria, guerra e repressão. Por sua vez, aquelas provocam um intenso movimento, principalmente, de húngaros, polacos, albaneses, jugoslavos, romenos e búlgaros, em direcção à Europa Ocidental.
 
ONDA DE ILEGAIS ATINGE O SUL DE ESPANHA
O estreito de Gibraltar, a grande fronteira entre a Africa e a Europa, está a transformar-se num imenso cemitério de imigrantes ilegais. O desejo de muitos jovens marroquinos e argelinos de abandonarem a miséria em que vivem não tem limites. Atravessam as águas turbulentas do estreito de Gibraltar, amontoados em pequenos barcos.
Só em 1996, a polícia espanhola prendeu mais de cinco mil clandestinos e muitos outros naufragaram e ficaram no fundo do mar.
Uma das tragédias ocorreu em Outubro de 1996, quando vinte e sete jovens morreram ao virar-se o barco onde seguiam.
As pequenas embarcações estão preparadas para transportar dez pessoas, mas acabam por transportar três vezes mais, o que constitui um grande perigo.
A tragédia ocorre quando a polícia está à espera na praia, no lado espanhol. Os ilegais terão que regressar a Marrocos e abandonar o sonho de encontrar trabalho em Espanha. E o pior é que todo o sacrifício económico que representa pagar a viagem não lhes terá servido de nada. Atravessar o estreito em barcos pequenos custa entre 375 e 500 euros, uma quantia muito grande para uma economia como a marroquina, em que o ordenado médio não ultrapassa os 250 euros.
Apesar do grande controlo da polícia espanhola, pensa-se que o número de marroquinos ilegalmente estabelecidos em Espanha atinja os 200 mil.
Adaptado de Diário de Notícias
 
ACTIVIDADES DE SÍNTESE
 
1- Explica a ocorrência de acentuados movimentos migratórios na Europa, após a II Guerra Mundial.
 
2- “Os fluxos migratórios para a Europa Ocidental intensificaram-se a partir de 1990.”
2.1- Identifica as razões responsáveis por esta nova vaga de migrações.
2.2- Refere as principais regiões de partida dos migrantes.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:33

Exercícios para o 9º Ano

por Mäyjo, em 22.01.09

Mais alguns exercícios para poderem estudar para o teste que se aproxima...

 

 

Qualidade de vida
1- Comenta os seguintes textos, relacionando os mesmos com a qualidade de vida e os níveis de desenvolvimento dos países.
 
1.1-
Todos têm o direito de desfrutar um meio ambiente adequado para o desenvolvimento da pessoa, assim como o dever de conservá-lo. Os poderes públicos velarão pela utilização racional de todos os recursos naturais, com o fim de proteger e melhorar a qualidade de vida e defender e restaurar o meio ambiente, apoiando-se na indispensável solidariedade colectiva.
 
1.2-
Não importa que um povo tenha tempo para ganhar o pão; necessita, isso sim, de tempo para comê-lo com alegria, pois de outro modo não o ganhará por muito tempo.
J.J. Rousseau
 
 
Indicadores de qualidade de vida
2- Faz corresponder a cada área de análise (de A a J) os indicadores de qualidade de vida respectivos (de 1 a 30).
 
ÁREAS DE ANÁLISE
A
Educação
F
Habitação
B
Saúde / Assistência social
G
Emprego
C
Ambiente
H
Economia
D
Tempos livres
I
Produção/ Consumo
E
Segurança
J
Participação social
 
INDICADORES DE QUALIDADE DE VIDA
1
Rendimento anual por capita
2
Esperança média de vida
3
Taxa de mortalidade infantil
4
Taxa de analfabetismo
5
Taxa de participação em eleições
6
Valor médio de habitação própria
7
Exposição à poluição atmosférica
8
Condições de habitação
9
Exposição ao ruído
10
Número de habitantes por cama hospitalar
11
Número de televisões por 1000 habitantes
12
Taxa de homicídios
13
Taxa de sinistralidade automóvel
14
Número médio de dias de férias por ano
15
Taxa de alfabetização para adultos
16
Percentagem da poupança familiar no P. N. B.
17
Número de cinemas por 1000 habitantes
18
Taxa de crescimento do rendimento familiar
19
Taxa do tratamento dos esgotos por ETAR
20
Número de computadores por 1000 habitantes
21
Taxa de desemprego
22
Taxa de trabalho infantil
23
Percentagem de visitantes de museus
24
Percentagem de reformados
25
Taxa de população activa
26
Taxa de pobreza no país
27
Taxa de escolaridade obrigatória
28
Número de estudantes universitários por 1000 habitantes
29
Valor médio dos salários
30
Percentagem de população coberta por assistência social
 
 
ÁREAS DE ANÁLISE
A
 
 
F
 
B
 
 
G
 
C
 
 
H
 
D
 
 
I
 
E
 
 
J
 
 
 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:28

Pág. 1/3



Este blog disponibiliza informação com utilidade para quem se interessa por Geografia. Pode também ajudar alunos que por vezes andam por aí desesperados em vésperas de teste, e não só, sem saber o que fazer...

Mais sobre mim

foto do autor


Siga-nos no Facebook

Geografando no Facebook

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Janeiro 2009

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D